新着情報Novidades

2019.10.02Novo

Você está preparado para o aumento dos impostos?

A partir de 1 de outubro os impostos no Japão irão subir de 8% para 10%, alimentos do supermercado (exceto bebidas alcóolicas), e jornais continuarão nos 8%. A última mudança dos impostos no Japão foi em abril de 2014, e nessa época o governo japonês já queria aumentar os impostos para 10%, porém com a preocupação de que a economia japonesa esfriasse, o governo adiou a mudança para outubro de 2019. A mudança de 5% para 8% fez com que o PIB nacional caísse 6,8% entre os meses de abril e junho, já que desde 1997 até 2014 os impostos eram 5% – a mudança em si assustou bastante a população. E dessa vez não está sendo diferente. A população está assustada com tamanha mudança, mas o governo japonês está com vários planos, e devido ao movimento “cash less”, um movimento que quer fazer as pessoas usarem mais cartão de crédito e formas de pagamento como o paypay; alguns restaurantes e lojas estarão premiando seus clientes com “pontos” que podem ser trocados por dinheiro, se usarem cartões como forma de pagamento, ao invés de dinheiro “vivo”. Comer no restaurante irá custar mais caro para aqueles que moram no Japão. Se você levar a comida para viagem irá pagar 8%, mas se comer dentro do restaurante será cobrado 10%. A mudança dos valores dos impostos serão feitos de acordo a cada restaurante – se for comer no restaurante do dia 30 para o dia 1, terá que perguntar para o atendente se irá pagar 8% ou 10%, para saber se a mudança já foi feita ou não no estabelecimento. O Japão que é o país dos carros, terá mudanças nos impostos por veículos. Mas, a nova regra é a seguinte: Se você comprar um carro mais ecológico pagará menos impostos, ou seja, aqueles que gostam de carros mais potentes e que emitem mais gás carbônico, já compraram seus carros antes da mudança de 8% para 10%. As regras não param por aí. São vários detalhes que só depois da mudança iremos entender melhor. Até a população se ajustar demorará um certo tempo.